Exame de câncer simples usando vinagre

Poderia salvar dezenas de milhares de vidas

Um teste simples com vinagre reduziu as taxas de morte por câncer do colo do útero em um terço em um estudo notável de 150 mil mulheres nas favelas da Índia, onde a doença é o principal assassina das mulheres.

Os médicos relataram os resultados de domingo em uma conferência de câncer em Chicago. Especialistas disseram que o resultado “surpreendente” e disse que esse teste rápido e barato pode salvar dezenas de milhares de vidas a cada ano nos países em desenvolvimento através da identificação de sinais precoces de câncer, permitindo o tratamento antes que seja tarde demais.

Usha Devi, uma das mulheres do estudo, diz que salvou a vida dela.

Usha Devi, à direita, que estava sofrendo de câncer do colo do útero, as negociações com os trabalhadores de saúde do Tata Memorial Hospital em uma favela de Mumbai, na Índia. Devi diz um teste de vinagre simples salvou sua vida.

Usha Devi, à direita, que estava sofrendo de câncer do colo do útero, as negociações com os trabalhadores de saúde do Tata Memorial Hospital em uma favela de Mumbai, na Índia. Devi diz um teste de vinagre simples salvou sua vida.

“Muitas mulheres se recusou a fazer os exames. Alguns deles morreu de câncer mais tarde”, disse Devi. “Agora eu sinto que todos deveriam fazer o teste. Eu tenho a minha vida por causa desses testes.”

Papanicolau e testes para HPV, um vírus que causa a maioria dos câncer cervicais, reduziram os casos e de mortes nos Estados Unidos. Mas os países pobres não podem pagar esses instrumentos de triagem.

Este estudo tentou um teste que custa muito pouco e pode ser feito por pessoas locais com apenas duas semanas de treinamento e nenhum equipamento de laboratório fantasia. Eles pincelar o colo do útero com vinagre diluído, o que pode tornar as células anormais mudar rapidamente de cor.

Este exame visual low-tech cortou a taxa de morte por câncer cervical em 31 por cento, segundo o estudo. Ele poderia evitar 22 mil mortes na Índia e 72.600 em todo o mundo a cada ano, os pesquisadores estimam.

“Isso é incrível. Isso é notável. É um resultado muito emocionante”, disse o Dr. Ted Trimble, do Instituto Nacional do Câncer, em os EUA, o principal patrocinador do estudo.

A história da pesquisa participante Usha Devi não é um incomum. Apesar de ter dado à luz quatro filhos, ela nunca tinha tido um exame ginecológico. Ela estava sangrando muito por vários anos, na esperança de paciência e orações iria consertar as coisas.

“Todo mundo disse que iria embora, e cada vez que eu pensei em ir ao médico, não havia qualquer dinheiro ou qualquer outra coisa que venha”, disse ela, sentando-se em uma pequena sala que serve como quarto, cozinha, banheiro e sala de estar para toda a sua família.

Um dia, ela encontrou um cartão de profissionais de saúde que tentam convencer as mulheres a participar do estudo. Devi é no final da década de 40 e, como muitos indianos pobres não sabe sua data de nascimento. Ela soube que ela tinha avançado câncer cervical. O estudo pago por uma cirurgia para remover o útero e colo do útero.

O esforço de pesquisa foi liderada pelo Dr. Surendra Shastri de Tata Memorial Hospital em Mumbai. A Índia tem cerca de um terço dos casos mundiais de câncer cervical – mais de 140 mil a cada ano.

“Não é apenas possível fornecer teste Papanicolaou nos países em desenvolvimento. Nós não temos esse tipo de dinheiro” ou o pessoal ou o equipamento, portanto, um método mais simples tinha que ser encontrada, Shastri disse.

A partir de 1998, os pesquisadores inscritos 75.360 mulheres para ser exibido a cada dois anos com o teste de vinagre. Outros 76.178 mulheres foram escolhidas para um controle ou grupo de comparação que acabei de educação sobre o câncer no início do estudo e vouchers para um teste Pap livre – se é que poderia ir para o hospital para ter um. As mulheres em ambos os grupos encontraram a ter câncer foram oferecidos tratamento gratuito no hospital.

Ainda assim, este rápido e gratuito rastreio do cancro era difícil de vender em um país profundamente conservador, onde as mulheres são subservientes e precisa de permissão dos maridos, pais ou outros para decisões, mesmo de rotina. Os assistentes sociais foram enviados para as favelas para conquistar as pessoas.

“Fomos para cada casa no bairro atribuídas a nós apresentar-nos e pedindo-lhes para vir para nossas conversas de saúde. Eles costumavam sair de curiosidade, ouvir a conversa, mas quando pedimos para fazer os exames que seria totalmente recusar, “, disse um assistente social, Vaishnavi Bhagat. “As mulheres eram tanto assustado e tímido.”

Uma mulher que estava de acordo com testes saltou da mesa quando ela foi examinada com um espéculo. “Ela começou a gritar que havia roubado seu rim”, disse Bhagat. Outro profissional de saúde foi espancado por pessoas do bairro, quando as mulheres perceberam que teriam de se despir para ser exibido.

“Havia um sentimento de vergonha sobre a tomada de suas roupas. Muitos deles tiveram seus bebês em casa e nunca tinha ido a um médico”, disse um profissional de saúde, Urmila Hadkar. “Às vezes, só a idéia de fazer o teste para o câncer de medo deles. Eles iriam começar a chorar antes mesmo de ser testado.”

Mas rastreio trabalhado. A qualidade do rastreio por trabalhadores da saúde era comparável ao de um ginecologista especialista, os investigadores relataram. O estudo foi planejado há 16 anos, mas os resultados em 12 anos, mostrou vidas foram salvas com a triagem. Então monitores independentes aconselhou oferecendo às mulheres no grupo de comparação.

Uma controvérsia ética desenvolvido durante o estudo. O Escritório dos EUA para Pesquisa em Seres Humanos Proteções pesquisadores acusados ​​de não informar adequadamente os participantes no grupo de comparação sobre os testes de Papanicolau para a seleção. A carta da agência de março indicaram funcionários parecia aceitar muitos dos remédios líderes do estudo haviam implementado.

Outros defenderam o estudo.

“Olhamos para a ética com muito cuidado”, e senti-los a ser o som, e visitou o projeto na Índia, disse Trimble, do Instituto Nacional do Câncer.

Dr. Sandra Swain, um especialista em câncer no Medstar Washington Hospital Center, também defendeu a investigação. Ela é presidente da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, e os resultados da pesquisa foram apresentados na reunião desse grupo, em Chicago, no domingo.

“Há realmente houve irregularidade lá”, disse ela. “Eles não têm rastreio de qualquer maneira”, então não há nenhum padrão de cuidado agora.

Autoridades na Índia já estão fazendo planos para expandir o teste de vinagre para uma população mais ampla.

Muitos países pobres não podem pagar mamografias para rastreamento de câncer de mama também. O estudo Índia também vem testando exames de mama por profissionais de saúde como uma alternativa. Os resultados preliminares sugerem cânceres de mama estão sendo encontrados em um estágio anterior, mas é muito cedo para saber se isso vai salvar vidas porque nem número suficiente de mulheres que morreram ainda para comparar os grupos, disse Trimble, do Instituto Nacional do Câncer.

Mais progresso contra o câncer do colo do útero podem ser provenientes de anúncio do mês passado que duas empresas vão reduzir drasticamente os preços de vacinas contra o HPV para os países pobres. Os projectos-piloto começará na Ásia e na África, a campanha pretende vacinar mais de 30 milhões de meninas em mais de 40 países em 2020.

Escrito por Marilynn Marchione, Muneeza Naqvi, traduzido por Nilo do Carmo

© 2013 Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído ..

Explorar tópicos relacionados: cuidados de saúde, caracterizado, câncer, mulheres-saúde

Author: comsudebrasil

Nosso abjetivo. Queremos romper a "barreira da linguagem médica" entre o médico e o paciente, Com Informações médicas. Informações devem ser apresentados em uma linguagem clara e compreensível para que o paciente compreenda suas escolhas e decisões. Em última análise, é o paciente quem deve tomar as decisões de saúde. Acreditamos que no futuro, o mundo da medicina será dominada por um novo paciente um que procura a informação crítica sobre saúde na Internet - e que isso vai levar a um novo tipo de médico, um medico que deve ajudar o paciente a avaliar a qualidade dessas informações. A comsaudebrasil está empenhada em ajudar ambas as partes, em sua busca. comsaudebrasil é uma colaboração entre médicos comprometidos, e profissionais de saúde, especialistas em informação e pacientes que acreditam que a prática médica deve ser baseada em uma avaliação qualitativa a informação e, sempre que possível, com base nos princípios da medicina baseada em evidências. Aqui está a sua fonte de informações sobre saúde, dicas e idéias, tudo em um so lugar. A onde comer bem e fazer exercicio e fundamental para uma vida saudavel e alegre. Ferramentas para o planejamento de refeições e como permanecer ativo. Encontre uma grande guantidade de recursos e informações para cuidar da sua condiçaõ de saúde Comer Bem, Passar Bem, Viver Bem ... Remove Seu Compromisso a um estilo de vida

Share This Post On
Share This

Share This

Share this post with your friends!